Blog do Betusko

LITERATURA, CONTOS, POEMAS E AFINS

Pensamentos

Written By: Roberto - set• 02•11


                         I

CORAÇÃO AMARRADIM

Ocultei  sua caixa de costura na esperança de descobrir seus segredos e quando dei por mim, minha alma já estava costurada na sua e meu coração, amarradim, amarradim…

 

                         II

 

O mundo é conduzido pelos homens; no governo, nas cozinhas dos restaurantes, nos ateliês de costura, nas principais empresas, mas, reparando bem, quem manda nos homens são suas mães ou esposas.  Ou seja, a última palavra é sempre da mulher…

                  

                         III

A Espiritualidade não é privilégio das religiões, assim como o Saber  não é privilégio das escolas. Podemos adquirir conhecimento e cultura sem nunca termos sentado em um banco escolar, local onde, diga-se de passagem, nunca se encontrará a verdadeira Sabedoria.

Entretanto, para entrarmos em contato com o “mundo espiritual” não é necessário obedecermos a nenhum código religioso, nem seguir algum “livro divino”. Basta contemplarmos um pôr-do-sol,  efetuarmos uma meditação contemplativa para girarmos a chave de acesso á Espiritualidade, o restante é um trabalho que vem de dentro para fora.

IV

“Belém, Belém, cada um dá o que tem”.

Pode parecer cruel e vulgar, mas, analisando bem

cada um só pode mesmo dar aquilo que tem:

O velho a sabedoria, o jovem a ousadia, a modelo a beleza,

o rico, o dinheiro e assim vai a vida, as trocas ocorrem nas relações a todo momento:

 Belém, belém…

 

                          V               

Se  o farol dos teus olhos e os meus se cruzarem, será uma bruta batida, um incêndio total, não sobrará pedra sobre pedra de nenhum de nós

 

 

                            VI

“Sabe-se que o carvão e o diamante são obtidos da mesma substância, só variando o grau de vibração de suas moléculas”

Assim somos nós, seres humanos, uns são grosseiros carvões enquanto outros são finos diamantes.

Pense, a quantas estão girando suas moléculas?

 

 

                            VII

O Amor derrete desconfianças, remove crostas de tristeza,sela fissuras de mágoas no coração, apazigua a alma atormentada e sobretudo, desbasta o sentimento de ódio entre os semelhantes; Amor, o verdadeiro solvente universal!

 

                             VIII

Aos vinte anos todos somos poetas

Aos trinta, os que ainda seguem na poesia  são bons

Aos quarenta, os poucos poetas são ótimos

Aos cinquenta, glória àqueles que persistem na arte!

E aqueles que ultrapassam os sessenta poetando,

-parafraseando o dramaturgo alemão -

estes são  os imprescindíveis.

Vida longa aos poetas brasileiros!

              IX

MORRER É VIRAR UMA FOTO NUMA CAIXA DE SAPATOS

Até pouco tempo atrás, quando alguém falecia, levava vinte a trinta anos para se tornar apenas uma fotografia no meio de outras quinhentas, numa caixa de sapatos. Não nos iludamos, apenas três ou quatro pessoas vão cultuar nossas memórias por mais uns anos:

_ Vó, quem é este aqui do seu lado, fazendo careta?

_ Ora, menina, era seu bisa…

Agora, na era digital, quando ninguém mais faz ampliações, quanto tempo levaremos para virarmos apenas uma imagem que ninguém mais vai acessar, perdida em uma pilha de centenas de dvds, isto é, se tiverem o cuidado de fazer um beckupzinho…

 X

O CONTROLE REMOTO DA VIDA

Às vezes parece que temos o domínio sobre nossas vidas  e nos sentimos confiantes, apertando os botões do controle remoto com bastante desenvoltura. Porém, a cada tranco que a vida nos dá,  percebemos que este  nosso aparelho de controle não tem pilhas  e na verdade é a vida quem  nos controla,  é ela é quem nos domina, nós apenas dançamos conforme a melodia.  Então:   “Deixa e vida me levar, vida leva eu…”

   XI

AMOR X PAIXÃO

“O Amor está para o Red Bull assim como a Paixão está para a morfina – no dia seguinte é que se percebe a diferença.”

 XII

SEM O AMOR

Sem o amor, a vida se resume a uma engrenagem enferrujada, sem função e sem valia.

XIII

ALGUÉM ESTÁ TE XINGANDO?

Quando alguém quer nos dar um presente e não o aceitamos, este presente volta a pertencer a quem nos ofereceu; assim também, quando alguém tenta nos agredir com palavras, humilhar, ou desqualificar-nos, – se não aceitamos estas ofensas, deixamos de dar poder a elas e as mesmas  voltam a pertencer a quem as proferiu.

Não devemos dar ouvidos a provocações.

XIV

Nascemos sós, nus, chorando e assustados

e nestas mesmas condições, partiremos desta vida.

Será que neste meio tempo, tudo aquilo que fazemos vale à pena?

Sim, já disse Fernando Pessoa : “tudo na vida vale à pena, se a alma não é pequena”

Reflitamos, pois.

 

 

A FÚRIA

“A violência de um terremoto, a explosão de um vulcão ou a força de um Tsunami não são nada comparado com a fúria de uma mulher com T.P.M.” Sai da frente!

 

SONHO FURTADO

Na calada da madrugada, o pivete roubou-lhes as roupas do varal, a bicicleta, as ferramentas   e suas últimas esperanças  de viver  em tranqüilidade naquela cidade minúscula, perdida no meio do nada no sertão, após deixarem  para trás  a cidade do Rio de Janeiro.

              I

Nascemos sós, nus, chorando e assustados

e nestas mesmas condições, partiremos desta vida.

Será que neste meio tempo, tudo aquilo que fazemos vale à pena?

Sim, já disse Fernando Pessoa : “tudo na vida vale à pena, se a alma não é pequena”

Reflitamos, pois, amiguitos.

                         II

 

O mundo é conduzido pelos homens; no governo, nas cozinhas dos restaurantes, nos ateliês de costura, nas principais empresas, mas, reparando bem, quem manda nos homens são suas mães ou esposas.  Ou seja, a última palavra é sempre da mulher…

                  

                         III

A Espiritualidade não é privilégio das religiões, assim como o Saber  não é privilégio das escolas. Podemos adquirir conhecimento e cultura sem nunca termos sentado em um banco escolar, local onde, diga-se de passagem, nunca se encontrará a verdadeira Sabedoria.

Entretanto, para entrarmos em contato com o “mundo espiritual” não é necessário obedecermos a nenhum código religioso, nem seguir algum “livro divino”. Basta contemplarmos um pôr-do-sol,  efetuarmos uma meditação contemplativa para girarmos a chave de acesso á Espiritualidade, o restante é um trabalho que vem de dentro para fora.

 

                          IV

“Belém, Belém, cada um dá o que tem”.

Pode parecer cruel e vulgar, mas, analisando bem

cada um só pode mesmo dar aquilo que tem:

O velho a sabedoria, o jovem a ousadia, a modelo a beleza,

o rico, o dinheiro e assim vai a vida, as trocas ocorrem nas relações a todo momento:

 Belém, belém…

 

                          V               

Se  o farol dos teus olhos e os meus se cruzarem, será uma bruta batida, um incêndio total, não sobrará pedra sobre pedra de nenhum de nós

 

                            VI

“Sabe-se que o carvão e o diamante são obtidos da mesma substância, só variando o grau de vibração de suas moléculas”

Assim somos nós, seres humanos, uns são grosseiros carvões enquanto outros são finos diamantes.

Pense, a quantas estão girando suas moléculas?

 

 

                            VII

O Amor derrete desconfianças, remove crostas de tristeza,

sela fissuras de mágoas no coração, apazigua a alma atormentada e sobretudo, desbasta o sentimento de ódio entre os semelhantes; Amor, o verdadeiro solvente universal!

 

                             VIII

Aos vinte anos todos somos poetas

Aos trinta, os que ainda seguem na poesia  são bons

Aos quarenta, os poucos poetas são ótimos

Aos cinquenta, glória àqueles que persistem na arte!

E aqueles que ultrapassam os sessenta poetando,

-parafraseando o dramaturgo alemão -

estes são  os imprescindíveis.

Vida longa aos poetas brasileiros!

 

Amigos e irmãos

Amigos são como irmãos que você escolheu para seu  convívio, já de alguns familiares, não se pode dizer o mesmo.

Conversa de bêbado?Não dê crédito a conversa de bêbado, de político nem de homem apaixonado, quando passa o efeito..

Amor X Paixão

“O Amor está para o Red Bull assim como a Paixão está para a morfina – no dia seguinte é que se percebe a diferença.”

 

 

 

                                         FRASES

I

A luz do luar às vezes revela nossos segredos, outras vezes oculta nossos medos.

 

                                                         II

Na convivência de anos, o dono e seu cão se assimilam e invertem seus papéis, o dono fareja problemas e o cão tem depressão. Quem é dono de quem, mesmo?

                                                       

                                                         III

Quem cala, consente, mas, pode ser apenas dor de dente…

                                               IV

A luz do luar às vezes revela nossos segredos, outras vezes oculta nossos medos.

 

                                           v

Na convivência de anos, o dono e seu cão se assimilam e invertem seus papéis, o dono fareja problemas e o cão tem depressão. Quem é dono de quem, mesmo?

                                                       

                                                      VI

Quem cala, consente, mas, pode ser apenas dor de dente…

 

                                 

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

buy email lists