Blog do Betusko

LITERATURA, CONTOS, POEMAS E AFINS

Aleph

Written By: Roberto - abr• 18•12

 

 

Grãos de chuva fina
deslizando sob o vidro da janela
libertam o feixe de pensamentos
que a tarde fria insistia em obstruir
receosa em perder o domínio
de um momento melancólico
 
Como uma cunha em madeira de lei
encharcada pouco a pouco com água do mar
a quietude do momento
é assaltada
 
Um martelo açoitando uma bigorna
estremece os mais íntimos devaneios
entorpece a razão
não faz frente ao  chiado
do afiador de punhais
impecável em suas vestes brancas
manobrando a manivela surreal
 
Nestes momentos, o tempo
acena com uma pausa
providencial para impedir o surto
e, soberano senhor,
invertendo a ampulheta real
permite apenas o som singelo
da flauta transversal
em homenagem a Krisna.

 

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

One Comment

  1. Malu disse:

    Amigo, estou aqui a seguir este espaço belíssimo. Um grande abraço e sucesso!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

buy email lists